Dans la musique française todo mundo se entende

The finest music made in France

“What The France” é a marca de recomendação do CNM (Centre national de la musique / Centro nacional de música), criada para destacar a diversidade da música produzida na França. Através de um site de notícias, playlists e eventos, What The France apresenta as últimas novidades da produção musical francesa.

Sucessos Franceses no Mundo

Os maiores sucessos “made in France” que estão no topo das paradas em todo o mundo.

Confira em outras plataformas

What The France The finest music made in France !

  • NTO | A sua playlist exclusiva para What The France
    by Marie-Sophie Administrateur on 07/12/2021 at 09:00

    A história de NTO começou depois de uma viagem ao Festival de Sziget aos 18 anos, frequentou assiduamente La Villa Rouge e Bar Live, dois clubes míticos em Montpellier. A musica techno mínimalista alemã estava em plena expansão e Anthony Favier passou as suas noites a ouvir Stephan Bodzin, James Holden ou os primeiros dias de Paul Kalkbrenner. NTO passa noites inteiras, laptop sobre os joelhos, olhos brilhantes, tentando reproduzir os sons que ouviu na noite anterior na pista de dança, como quando era mais novo e tentou reproduzir o solo do "Hotel California" ou os acordes psicadélicos de Syd Barrett. Épica e minimalista, espontânea e generosa, a música do NTO é também gratuita. Livre para experimentar, para procurar a arritmia, a dissonância, «ce petit twist tranceux» que abre as portas a uma nova dimensão. Ou para cruzar o largo espectro das suas influências: desde o rock dos anos 70 ao swing, passando pela soul, musica clássica ou hip hop. O encontro é também aquele com Worakls e Joachim Pastor com quem ele fundará Hungry Music em 2013. Embora a tecnologia melódica já não interesse aos meios de comunicação ou programadores, os três rapazes estão convencidos de que o público ainda não teve o suficiente. Graças aos seus êxitos "Trauma" e "La clé des champs", que acumularam vários milhões de ouvintes em plataformas, a carreira de NTO descolou internacionalmente, seja na Holanda, Alemanha, Europa de Leste ou Canadá... Dour, DGTL, Osheaga ou Igloofest: NTO viaja todos os anos a festivais para tocar ao vivo as suas próprias canções. Hoje, NTO está a iniciar um novo capítulo na sua carreira com o seu álbum Apnea. Ele quer deixar falar os seus instintos, como se fosse habitado por "algo que não podemos controlar". Com o Mediterrâneo como horizonte íntimo, ele explora o seu lado profundo. Com baixos profundos e harmonias lisérgicas, filtra as suas melodias para as fazer rebentar, como se saíssem da água depois de ter tocado no fundo. "Há uma dimensão algo inexplicável na vida. Preciso de preencher esse espaço com música. Não é essa a essência da techno: a válvula mágica que nos permite enfrentar juntos o caos do mundo?? [wtfplaylist id="35821"] The post NTO | A sua playlist exclusiva para What The France appeared first on What The France.

  • Angèle | Novo álbum “Nonante-Cinq” !
    by Marie-Sophie Administrateur on 06/12/2021 at 11:30

    Por ocasião do seu aniversário Angèle organizou o lançamento surpresa do seu novo álbum uma semana mais cedo! Nonante-Cinq está, portanto, disponível desde 3 de Dezembro. No entanto, isto é apenas o lançamento digital. O novo álbum não estará fisicamente disponível até 10 de Dezembro. https://youtu.be/5TqetBMBTww Nonante-Cinq é o segundo álbum de estúdio de Angèle e um verdadeiro fogo de artifício pop. Angèle mostra, talvez até mais do que antes, uma grande delicadeza na escrita de cada canção. Prova viva de um universo musical em crescimento. O seu estilo de escrita extremamente preciso mas simples é inspirado pelas suas experiências e pelas perguntas que faz a si própria. Estas questões são as mesmas que as da geração a que Angèle pertence. Uma geração que fez 25 anos (aproximadamente) no meio da pandemia. Mesmo que Angèle já não viva a vida daqueles que nasceram em 95, a fragilidade íntima e as canções sem dúvida comoventes que partilha com eles ressoarão: o rescaldo de um argumento violento que lhe deixa o coração partido e a sangrar (em "Taxi", onde as vozes são acompanhadas pelo piano). As noites sem dormir quando os pesadelos ("Mauvais rêves") assumem o controlo. Tristeza, dúvida, medo, tantos demónios interiores ("Démons") que lutam num sulco cósmico na companhia de Damso (o primeiro a ter dado a Angèle uma oportunidade como principiante). A melancolia, as sombras passageiras - Angèle aprendeu a transformá-las em inspiração ao compreender como poderia tornar-se mais forte ao partilhar a sua vulnerabilidade. E que, sem desistir do amor, é por vezes melhor jogar "a solo". E que é possível levantar a voz para viver livremente ("Libre"), ao seu próprio ritmo, numa cadência única e cativante. [wtfplaylist id="22965"] The post Angèle | Novo álbum “Nonante-Cinq” ! appeared first on What The France.

  • Music Moves Europe Awards 2022 | Descubra os nomeados “Made in France”
    by Marie-Sophie Administrateur on 03/12/2021 at 09:00

    Os nomeados para os Music Move Europe Awards 2022 acabam de ser revelados e entre eles, dois artistas "Made in France" : Mezerg e Ladaniva (Pias/Dionysiac Tour). Os Music Moves Europe Awards é um prémio da UE para artistas europeus emergentes que encarnam o som de hoje e de amanhã na cena internacional. https://www.youtube.com/watch?v=l3GzI1HhyHA No total, foram nomeados quinze artistas: Alina Pash (Ucrânia), Anna (Italia), Balkan Taksim (Roménia), Blanks (Holanda), Denise Chaila (Irlanda), Дeva (Hungria), DORA (España), Francis of Delirium (Luxemburgo), Friedberg (Austria), Jada (Dinamarca), Ladaniva (Arménia), Meskerem Mees (Belgica), Mezerg (França), Nenny (Portugal) et Zoe Wees (Alemanha).               [wtfplaylist id="22964"] The post Music Moves Europe Awards 2022 | Descubra os nomeados “Made in France” appeared first on What The France.

  • Uèle Lamore | O seu último single e em breve o seu primeiro álbum a solo!
    by Stagiaire 1 Berlin on 01/12/2021 at 15:35

    Uèle Lamore sempre quis explorar as infinitas possibilidades e a liberdade da música. Estes dois elementos despertaram a curiosidade do artista franco-americano. Com apenas 27 anos, combina o seu amor pelo jazz, rock, indie, hip-hop, trip-hop e música clássica com a direcção da London Contemporary Orchestra (LCO), experimentando sons gerados artificialmente e explorando a música modular, electrónica e sintética. É, de facto, apropriado que o seu primeiro álbum a solo se chame LOOM (tear). "Queria apresentar diferentes formas de abordar os sons e géneros musicais", explica ela sobre a criação deste disco. "E está enraizado num verdadeiro amor pela música. Abaixo está o seu último single 'Dark'. O álbum, entretanto, é anunciado para lançamento em finais de Janeiro de 2022. https://youtu.be/GiYniMfIfTA LOOM foi originalmente concebido em 2019 como esboços contemplativos contra um pano de fundo de música electrónica ambiente em bruto. Na sequência da pandemia que aleijou grande parte da nossa sociedade, Lamore decidiu voltar às suas gravações originais e reformulá-las. Depois de reformular a primeira e última canção, Lamore abordou o resto, determinada a criar uma expressão artística definitiva e um álbum coerente. Um tema recorrente neste álbum é o dos contrastes - dos soms, das texturas e dos ambientes.   Uèle Lamore recorreu a todo o seu talento não só para traçar novos horizontes, mas também para desenvolver o seu próprio projecto. "Adquiri um conjunto de competências que me permitiu fazer coisas que talvez não esperassem", resume Lamore. "LOOM foi feito com amor, cuidado e muita intenção. É o seu próprio género - e eu só quero que seja ouvido. [wtfplaylist id="22981"] The post Uèle Lamore | O seu último single e em breve o seu primeiro álbum a solo! appeared first on What The France.

  • Imany | A sua playlist exclusiva para What The France
    by Marie-Sophie Administrateur on 23/11/2021 at 09:00

    A 3 de Setembro, a cantora francesa de origem comoriana Imany revelou o seu novo álbum, Voodoo cello (Thinkzik! / Virgin Records France), um projecto inesperado no qual a sua majestosa voz é acompanhada apenas por oito violoncelos. Neste álbum, neste álbum podemos ouvi-la apropriando-se habilmente os clássicos de Jacques Brel, Henri Salvador, Madonna, Cat Stevens, Bonnie Tyler, Ed Sheeran e Elton John. Entrevistamo-la. Recordamos o sucesso internacional da sua faixa "Don't be so shy", remixada pela dupla russa Filatov & Karas em 2016, que encabeçou os charts na Alemanha, Áustria, Polónia, Suíça, Roménia e Grécia. Desta vez, é a sua canção "Wonderful life - Stream Jockey Rework", uma cover de um sucesso popularizado em 1987 pelo falecido Colin Vearncombe aka Black, que já acumulou mais de 4,5 milhões de visualizações no Youtube e mais de 2,7 milhões de sequências no Spotify, pelo que sugere que o seu novo álbum será um sucesso. Apesar da sua preenchida agenda, Imany dedicou tempo a preparar uma playlist exclusiva para What The France, na qual pode (re)descobrir faixas de François de Roubaix, Yael Naim, Manu Dibango, Mélissa Laveaux, Vanessa Paradis, Part-Time Friends, Catastrophe, Phoenix, Eddy De Pretto, Emma Peters, Camille, La Chica, Sandra Nkaké, Tété, Clara Luciani, Emilie Gassin, Brigitte, Pauline Croze ou Faada Freddy. [wtfplaylist id="35176"] The post Imany | A sua playlist exclusiva para What The France appeared first on What The France.

  • Fishbach | Novo single “Téléportation” e em breve o segundo álbum !
    by Marie-Sophie Administrateur on 22/11/2021 at 10:20

    A cantora Fishbach está de volta com um novo single, "Téléportation". É uma amostra do seu próximo álbum, que deverá ser lançado em Fevereiro de 2022. https://youtu.be/W0OSfpIOIV4 Fishbach é de Charleville-Mézières (uma pequena cidade no leste da França, casa do poeta Arthur Rimbaud), e a sua voz varia de um sussurro leve, quase suave, a uma canção rouca, forte, profunda e incansável. Depois de tocar em várias bandas, ela começou a escrever as suas próprias canções. Logo gravou as suas primeiras demonstrações, com apenas um portátil, um microfone barato e uma guitarra desgastada. No palco é uma figura carismática e andrógina, uma figura pop entre Kate Bush e Ian Curtis. [wtfplaylist id="22965"] The post Fishbach | Novo single “Téléportation” e em breve o segundo álbum ! appeared first on What The France.

  • Oscar Anton | “First Tour Ever”, mini tour na Europa
    by Marie-Sophie Administrateur on 17/11/2021 at 15:35

    Começando do nada no início de 2020, Oscar Anton acelerou no espaço de um ano. Lançou três canções por mês, todas elas escritas por ele próprio, gravadas e produzidas no seu quarto parisiense, que transformou em estúdio. https://youtu.be/xILHlYadgoY   Aos 20 anos, assinou com a Polydor. Hoje, aos 23 anos, decidiu deixar o label para fundar o seu, e com considerável sucesso: desde então, acumulou 45 milhões de streams, 15 milhões de cliques no YouTube, 840.000 seguidores no Spotify. Os singles "Nuits d'été" e "Bye bye bye" tornaram-se êxitos virais. Recentemente despertou um grande entusiasmo com a sua nova faixa "Ophelie" (Top #50 em Itália). https://youtu.be/A7gJiNFfdn4   Em Janeiro, partirá para a sua "First Tour Ever", onde irá apresentar a sua música no palco pela primeira vez, que nasceu durante a pandemia. [wtfplaylist id="22965"] The post Oscar Anton | “First Tour Ever”, mini tour na Europa appeared first on What The France.

  • Parcels | O novo álbum “Day/Night”
    by Marie-Sophie Administrateur on 16/11/2021 at 09:30

    Oriunda de Byron Bay, o grande spot de surf australiano, e agora baseada em Berlim, Alemanha, a banda Parcels acaba de lançar o seu novo álbum, Day/Night, no dia 5 de Novembro na editora francesa Because Music. https://youtu.be/pU6pdNNJM5M   É bem conhecido que Parcels gosta de aceitar novos desafios, e é o caso com este álbum duplo gravado nos estúdios La Frette em Paris. Um registo ousado, que reúne 19 faixas e está dividido em duas partes distintas « Day » et « Night ». [wtfplaylist id="22965"] The post Parcels | O novo álbum “Day/Night” appeared first on What The France.

  • Vitalic | Digressão internacional e playlist exclusiva para What The France !
    by Marie-Sophie Administrateur on 15/11/2021 at 09:00

    Há apenas um mês, falámos-vos do lançamento do quinto álbum do produtor de música electrónica francês, autor e compositor Vitalic, intitulado «Dissidænce Episode 1 (Episode 1), um disco que ele próprio descreve como um regresso às raízes da sua identidade sónica, sob a forma de um piscar de olhos revisitado à energia rock dos seus primeiros álbuns. Tendo actuado recentemente em Glasgow (Escócia) e Istambul (Turquia), em breve actuará em toda a França, mas também fora das nossas fronteiras, com muitas datas internacionais confirmadas. https://www.youtube.com/watch?v=bRaR8Zq0e90&t=73s Para esperar pelo lançamento do episódio 2, propomos-lhe que ouça a sua playlist exclusiva para What The France, na qual pode (re)descobrir algumas das suas próprias faixas como artista solo, sob o nome de Dima ou dentro da Kompromat (o seu projecto de dueto com Rebeka Warrior), bem como gemas da sua própria editora Citizen Records, mas também uma selecção afiada de faixas "made in France", onde encontrará Taxi Kebab, Nova Materia, David Carretta, Gypsy Family & Linda Lamb, John Lord Fonda & Damon Jee, David Shaw e The Beat, Perez, Etienne De Crécy & Alex Gopher, The Hacker, Cora Novoa, Traumer, Maud Geffray, Thomas Bangalter, Koudlam, Acid Arab, Cahrlotte Gainsbourg & Soulwax, Cassius, SebastiAn & Sparks, Agoria & STS, DJ Oil, Alligator, Odezenne, Chloé, Baxter Dury, Juan Trip', Electric Rescue, Laake, Mansfield. TYA, Scratch Massive, Otteswed ou The Limiñanas. [wtfplaylist id="34566"] The post Vitalic | Digressão internacional e playlist exclusiva para What The France ! appeared first on What The France.

CARREGAR MAIS

Especial 14 de julho / A playlist revolucionária de What The France!

Todos os anos, em 14 de julho, é comemorada a Queda da Bastilha, acontecimento que marcou o início da Revolução Francesa em 1789. Para além de seu aspecto político, a Revolução Francesa também contou fortemente com as artes para difundir suas ideias e a música foi o veículo escolhido para atingir este objetivo.

What the France selecionou para você uma antologia destas canções de protesto desde a Revolução Francesa até os dias atuais, incluindo a Comuna, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra da Indochina, mas também inspiradas por lutas históricas sociais ou políticas, bem como canções anti-militares.

Confira em outras plataformas